Consumo e produção de leguminosas têm perdido espaço na América Latina

Na América Latina e no Caribe, as leguminosas têm competido com cultivos mais comerciais e de exportação que ocupam áreas com melhores solos e de mais fácil irrigação, afirmou a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).
  Segundo uma pesquisa feita pela FAO na região, nas últimas décadas a produção de leguminosas migrou para as regiões mais secas, o que gerou uma queda em seus rendimentos, competitividade, volumes produzidos e no número de produtores que as cultivam.
  O consumo de leguminosas também diminuiu. Atualmente, existe certo estigma social, que associa esse alimento aos extratos mais pobres da sociedade, fato reforçado pela falta de educação e informação sobre benefícios alimentares e grande potencial agrícola.
 
 
Foto: Divulgação
 

  
 
 
 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.