É preciso tirar proveito de materiais utilizados em sua fabricação

Cada vez mais, será necessário consumir menos. Se a natureza é a fonte de matéria-prima que dá origem aos produtos, um produto não pode ter vida tão curta e ir parar na lixeira como se não tivesse mais nenhum valor. É preciso tirar o máximo de proveito de todos os materiais utilizados em sua fabricação. Reduzir, reaproveitar e reciclar agora são palavras de ordem num mundo onde nem mais uma árvore deveria ser derrubada. 
 Os impactos causados ao meio ambiente para a produção de bens de consumo estão diretamente relacionados à forma como estes são idealizados, planejados e desenvolvidos. Quanto maior for a dependência de um produto em relação aos recursos naturais, maior será seu custo monetário, ambiental e social. Contrapondo-se à cultura predominante do descarte, um novo modelo, menos agressivo ao meio ambiente começa a ganhar força no mundo inteiro, desenvolvendo produtos sustentáveis.
Custo baixo x benefício alto – Um número grande de empresas está captando essa tendência e transformando o desafio da sustentabilidade em uma oportunidade de negócio, tirando partido de uma relação custo x benefício diferenciada: custo baixo e benefício grande. 
Produtos que revelam essa nova tendência são peças utilitárias e até obras de arte idealizadas sob a perspectiva do desenvolvimento sustentável. Com criatividade e boa vontade, o que era descarte se transforma em novo produto. Coisas incríveis, feitas com materiais descartados que cumpriram seu ciclo de vida para o consumidor e que voltam com nova utilidade.

Fonte: Blog do lixo
Fonte: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.