COP 22: “Compromisso de reduzir aquecimento global não tem volta”, dizem Organizações

Os países participantes da 22ª Conferência das Partes sobre Mudança do Clima (COP 22) reafirmaram o compromisso de reduzir o aquecimento global e de construir uma agenda de trabalho para chegar a esse objetivo em dois anos. A avaliação é do secretário executivo do Observatório do Clima, Carlos Rittl, e do coordenador da Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, Marcelo Furtado. A conferência teve início no dia 7 de novembro e terminou na sexta-feira (18), no Marrocos.
O objetivo foi regulamentar os detalhes sobre o Acordo de Paris. Esse pacto representa um esforço de mais de 190 países para conter as emissões de gases de efeito estufa e, com isso, limitar o aumento da temperatura média global a bem abaixo de 2 graus Celsius.
Ritll e Furtado lembraram que a COP 21, realizada em 2015, na França, teve um caráter político. Já a conferência deste ano foi técnica, com o objetivo de definir a agenda de trabalho. “O Brasil contribuiu para que a gente tivesse a construção de uma agenda que pode entregar bons resultados nos próximos dois anos. Depende do empenho de todos os países”, disse Rittl. “”Os países deram um sinal inequívoco que o compromisso não tem volta””, ressaltou Furtado.
Fonte: www.ecodebate.com.br
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.