Prefeitura de Belo Horizonte distribui joaninhas para auxiliar no controle biológico de pragas

A prefeitura de Belo Horizonte (MG) adotou as joaninhas como aliadas no controle biológico de pragas, sem a necessidade de aplicar agrotóxicos. Desde julho deste ano, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente distribuiu larvas dos insetos para moradores e também em áreas públicas verdes da cidade.

Cada kit possui 10 larvas de joaninhas, oriundas da Biofábrica de Joaninhas e Crisopídeos, instalada no Parque Municipal das Mangabeiras. Também são distribuídas sementes de plantas atrativas a elas. As larvas, ao invés do inseto já adulto, se alimentam mais e ajudam no combate natural de organismos indesejáveis como cochonilhas, pulgões e ácaros.

O projeto foi inspirado em uma ação semelhante realizada em Paris, em 2017. Lá, foram distribuídas 40 mil larvas de joaninhas para jardineiros da cidade, com o intuito de estimular práticas orgânicas de manejo e coibir uso de inseticidas. Uma abordagem que faz parte da estratégia da cidade em apoiar práticas de jardinagem orgânica e proteger a biodiversidade.

Em 2001, Paris aderiu à gestão ecológica dos espaços verdes, mudando práticas de horticultura com técnicas diferenciadas, como a utilização de resíduos orgânicos de folhas e podas, conhecido como mulching, a compostagem, e a adaptação das plantas ao solo e clima.

Parte da família dos besouros, as joaninhas são predadores vorazes. Uma joaninha adulta chega a comer 50 pulgões por dia. Desde 2015, a joaninha é reconhecida no Brasil como importante predador natural, aprovado como produto fitossanitário na agricultura orgânica por instrução normativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Repelentes naturais: conheça algumas plantas que ajudam a afastar os insetos

repelentes naturais

Você sabia que algumas plantas podem servir como repelentes naturais para seu jardim ou horta? Ao invés de utilizar pesticidas químicos para repelir formigas, baratas, moscas, mosquitos, pulgas e outros insetos, basta criar algumas plantinhas. Vamos ver quais?

Manjericão

A planta, com seu odor muito característico e forte, é um ágil repelente. Ela afasta praticamente todos os tipos de insetos.

Crisântemo

Outro repelente natural que funciona muito bem com baratas, pulgas e carrapatos.

Citronela

A citronela possui forte ação repelente contra mosquitos, tanto borrachudos quanto pernilongos. Algumas plantinhas dela no seu jardim vão fazer você descartar o repelente industrial.

Alecrim

Também ótimo repelente para mosquitos. Serve para embelezar os ambientes (e a imagem destaque do post 🙂 )

Hortelã

As plantinhas de hortelã são muito eficazes no combate ás formigas. Uma das dicas é plantar ao redor do seu jardim ou da horta.

repelentes naturais hortelã menta

Lavanda

O cheiro da lavanda, além de afugentar os mosquitos, ajuda a embelezar e perfumar o ambiente.

Outras plantas que ajudam a repelir insetos e outras pragas:

  • Tomilho
  • Louro
  • Cebolinha
  • Erva-doce
  • Orégano
  • Salsinha

Seja parceiro do Projeto Natureza Viva

Entre em contato conosco e conheça as opções de parcerias do nosso projeto! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *