Solstício de inverno no hemisfério sul: entenda o que é e quando acontece

Neste post do Natureza Viva, vamos abordar um fenômeno natural que influencia diretamente na vida das pessoas, principalmente no tamanho dos dias e noites. Trata-se do solstício, que é ocasionado pelo movimento de translação da Terra e ocorre em duas datas: no mês de dezembro e no mês de junho.

Mas, o que é o solstício, por que ele é diferente nos hemisférios e quais as influências no nosso cotidiano? Acompanhe o post!

O que é solstício

O solstício é o fenômeno resultante da inclinação do planeta Terra em relação ao Sol, ou seja, consequência do movimento de translação. Ele marca o ponto de maior inclinação do planeta em relação ao Sol, quando um hemisfério está mais inclinado para o lado oposto do outro.

Esse fenômeno do solstício é justamente o contrário do fenômeno equinócio, que marca o ponto onde há menor inclinação entre os dois hemisférios, ou seja, ambas partes recebem luz solar de forma igual.

Para entender melhor:

  • Solstício de inverno no hemisfério sul: é quando a posição do planeta diminui a incidência de luz solar no hemisfério sul, ocorre no mês de junho.
  • Solstício de inverno no hemisfério norte: é quando a posição do planeta diminui a incidência de luz solar no hemisfério norte, ocorre no mês de dezembro.
  • Solstício de verão no hemisfério sul: é quando a posição do planeta favorece a incidência de luz solar no hemisfério sul, ocorre no mês de dezembro.
  • Solstício de verão no hemisfério norte: é quando a posição do planeta favorece a incidência de luz solar no hemisfério norte, ocorre no mês de junho.

É por isso que, quando é inverno no hemisfério sul, é verão no hemisfério norte. E vice-versa. Esse é o mecanismo de translação do planeta Terra. Vale lembrar que as datas exatas de solstício e equinócio podem variar de ano para ano, mas normalmente ocorrem entre os dias 20 e 23 de dezembro ou junho.

Influência direta no cotidiano

A principal influência do solstício, que é consequência do movimento de translação e da inclinação da Terra é o clima. Quando entra-se no solstício de inverno, como o próprio nome diz, inicia-se oficialmente a estação inverno e suas peculiaridades.

Além do clima, uma das mudanças mais perceptíveis é o tamanho (tempo de duração) dos dias e das noites. Quanto mais próximo do solstício de inverno, menores são os dias e maiores são as noites, um efeito da inclinação do planeta em relação ao Sol, que diminui o ângulo de incidência dos raios solares no hemisfério que está em solstício de inverno.

Fotos: freepik

Enquanto num hemisfério ocorre o solstício de inverno, no outro acontece o solstício de verão, momento de máxima incidência de radiação solar.

Para entender: movimentos da Terra

Nosso planeta Terra realiza dois movimentos principais: translação e rotação. No primeiro, ele traça uma órbita ao redor do Sol, demarcando os anos. No segundo, ele gira sobre seu próprio eixo, demarcando os dias.

A translação é o movimento realizado pela Terra em torno do Sol. Isso ocorre pelo campo gravitacional gerado pela massa do Sol, fazendo com que a Terra fique presa a sua órbita.

Desse modo, um giro completo da Terra em volta do Sol dura cerca de 365 dias, 5 horas e 47 minutos. O planeta se move no espaço a uma velocidade orbital média de 29,78 km/s.

A rotação é o movimento que a Terra faz em torno de seu próprio eixo. Cada giro da Terra ao redor de si mesma dura 23 horas, 56 minutos, 4 segundos e 9 centésimos. Por isso, convencionou-se que o dia tem vinte e quatro horas.

O eixo da Terra é uma linha imaginária que transpassa o planeta do polo norte ao sul. Esse eixo possui uma inclinação de cerca de 23,5 graus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.