Falta de água: o que fazer para economizar e não ficar sem?

A maior parte das cidades brasileiras é abastecida por água potável oriunda de barragens de captação ou poços artesianos. No entanto, em diversos períodos do ano, dependendo da região, elas são afetadas por tempos de estiagem, que causam falta de água.

falta de água

Não é preciso dizer que, sem água, o dia a dia se torna praticamente inviável. Afinal de contas, ela é elemento extremamente necessário para atividades cotidianas, sem falar na sua importância para a existência de vida animal e vegetal.

Dicas para evitar falta de água

Ok, mas e nesses períodos de seca e pouca chuva, o que é possível fazer para sentir menos efeitos de falta de água? Separamos quatro grandes ações que podem ser tomadas.

1 – Diminua o consumo

Essa é uma regra de ouro para temporadas de estiagem, pois a diminuição do consumo de água é essencial para que ela não falte. Nesse ponto, podemos listar as seguintes dicas:

  • Reduza o tempo do banho
  • Acumule roupas para lavar de uma vez só
  • Feche a torneira ao escovar os dentes
  • Deixe a louça de molho para gastar menos água na hora de lavar
  • Evite o uso de aparelhos que consomem muita água, como lavadoras de louça
  • Não lave veículos ou calçadas
  • Não utilize água potável para regar jardins e plantas

Outra questão importante é ficar atento a vazamentos ou fugas de água na rede hidráulica da residência ou do prédio. Muitas vezes, ali são perdidos milhares de litros por dia.

Setores industriais e agrícolas que utilizam água para seu negócio devem procurar meios alternativos de diminuição de consumo, tratamento de efluentes e reuso.

2 – Reaproveite água

Já pensou quantos litros de água que ainda poderia ser utilizada vão embora pelo ralo na hora do banho, de lavar louça ou de lavar roupa? Sim, são muitos litros.

Por isso, vale a pena investir em sistemas ou engenhocas que facilitem a reutilização da água. Por exemplo, em prédios mais modernos e considerados ‘verdes’ a água utilizada na pia ou no banho pode servir para a descarga. Claro que isso demanda uma instalação hidráulica, mas vale a pena, afinal de contas, o investimento será feito uma vez só.

Sem precisar mexer na rede hidráulica da residência, uma opção é coletar a água da máquina de lavar roupa em uma bombona e depois utilizá-la novamente para lavar outras peças como tapetes ou panos de chão. Essa água, também pode servir para lavar o piso ou a calçada. Ela só não deve ser utilizada para regar plantas, horta ou jardins, por causa da concentração de sabão ou detergente.

3 – Tenha um reservatório instalado

Todas as residências devem possuir um reservatório (caixa de água). Mas, por quê? São diversos os motivos.

O primeiro deles é que, se houver a necessidade de racionamento de água na rede pública, a casa não ficará sem, pois haverá uma reserva para uso. O segundo é que isso também vale para quando for feita alguma manutenção e for preciso interromper o fornecimento momentâneo de água.

Já outro motivo para ter uma caixa de água em casa é diminuir as chances de água suja. É que, se houver algum problema na rede pública e for necessário algum tipo de conserto, quando o abastecimento é retomado a tubulação poderá desprender sujeira. Esses resíduos, quando chegam à caixa da água, se depositam no fundo, não chegando até as torneiras, chuveiros e máquinas de lavar.

4 – Instale uma cisterna

Já ouviu falar de cisterna, não é mesmo? Elas são excelentes opções para evitar falta de água, visto que podem armazenar por longos períodos. Instale cisternas para captar água da chuva diretamente ou então das calhas e tubulações que descem do telhado.

Essa água da cisterna pode ser utilizada para lavar calçadas, piso e também para regar plantas e jardins. Dependendo da estrutura da rede, pode servir, inclusive para descarga do banheiro.

E então, o que achou das nossas dicas para economizar água? Compartilhe com seus amigos e amigas, para que todos contribuam com o nosso meio ambiente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *